08- O Número 12

28/06/2011 12:47

Será que o número doze é um número místico? A Bíblia dá espaço para acreditarmos que os números exercem alguma influência sobre as pessoas ou sobre algum projeto que venhamos a desenvolver no Reino de Deus?

 Qualquer ciência ou pseudociência que se dedica a estudar os mistérios da vida humana, que tenta interpretar o passado para justificar o presente e antecipar os acontecimentos futuros em relação às pessoas em si, é de inspiração satânica.

          Existem ramos diversos na numerologia. Existe a Numerologia Cabalística, que é uma das ciências esotéricas mais antigas que existe. Com esse ramo da numerologia, você pode descobrir mais sobre sua vida pessoal, amorosa e financeira, utilizando as letras de seu nome e sua data de nascimento.

           A Bíblia Sagrada não dá margem à numerologia, como um instrumento através do qual podemos avaliar a personalidade de alguém ou como método de se fazer cálculos escatológicos. Nada disto.

          No entanto, devemos observar e saber reconhecer a simbologia que um número pode representar. Na Bíblia alguns números ganham um destaque especial. São citados de forma a nos chamar a atenção. Estudá-los ou tentar entender a simbologia deles deve ser feito de tal maneira que não demos a eles maior importância que eles têm. Não se trata de estudar a influência que os números pode exercer sobre um projeto a ser desenvolvido na igreja,  nem de se tentar descobrir códigos secretos em uma profecia onde os números recebem uma atenção especial, muito menos especular sobre a influência dos números no comportamento e na vida de uma pessoa.

          Temos encontrado pessoas que acreditam que só receberão a vitória completa se fizerem três ou sete campanhas ou consagrações, como se o segredo da vitória residisse no número de vezes que elas irão buscar a bênção. Isto, definitivamente, não combina com a genuína mensagem do Evangelho. Não estou dizendo que não podemos fazer campanhas de libertação ou "tantas" consagrações na casa de uma pessoa que esteja enfrentando uma luta. Estou dizendo que não devemos dar aos números a mesma importância que os feiticeiros e místicos dão. 

          O Evangelho não deve ser adaptado a nenhuma pratica religiosa, absolutamente. Assim como o Evangelho não foi copiado de nenhum modelo religioso oriental conhecido anteriormente. O Evangelho é puro, genuíno e original. 

          Mas, voltemos à pergunta original: Por que Jesus escolheu doze? Qual é o simbolismo contido no número doze? O que podemos aprender ao voltarmos a nossa atenção para esse detalhe? Porventura os números na Bíblia  não são os recursos pedagógicos de Deus na escola de Cristo?

          Sabemos que esse número está presente nas Escrituras, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento.

01) Foram doze os filhos de Jacó, dos quais se originaram as doze tribos de Israel - Gn 35:22 ;

02)  Foi no capítulo doze de Gênesis que Abraão foi chamado para dar início ao povo de Deus na terra - Gn 12:1 ;

03) Foi no capítulo doze de Êxodo que a nação de Israel nasceu - Ex 12:2 ;

04)  No deserto, o povo de Israel encontrou doze fontes de água - Ex 15:27 ;

05) O altar de adoração a Deus, no Antigo Testamento, deveria ser feito com doze pedras - 1Re 18:31 ;

06) Os sacerdotes levavam no peito um objeto composto por doze pedras preciosas - Ex 39:14 ;

07)  Quando Elias encontrou-se com Eliseu, este estava lavrando a terra com doze juntas de bois - 1Re 19:19 ;

08) O mar de vidro que ficava dentro do templo de Salomão estava apoiado sobre doze bois de bronze - 2Cr 4:15 ;

09) O muro de Jerusalém tinha doze portas - Ap 21:12 ;

10) O número dos discípulos de Jesus foram doze - Mc 3:14 ;

11)  Com doze anos Jesus subiu a Jerusalém e deu a primeira demonstração de que tinha uma missão a cumprir na terra - Lc 2:42 ;

12) A Árvore da Vida, na Nova Jerusalém, produzirá doze frutos  - Ap 22:2 ;

          Não sei se por coincidência, mas eu fiz doze citações bíblicas onde aparece o número doze. Querendo ou não, esses números estão lá, na Bíblia. Se analisarmos todas essas e outras citações veremos que o número doze, na linguagem bíblica,  é o símbolo da plenitude. Com doze discípulos, mas não apenas com eles, Jesus evangelizou o mundo de sua época, nas décadas posteriores. No céu haverá 24 tronos, doze de cada lado, representando a plenitude da obra de Deus no Antigo e também no Novo Testamentos. Doze é uma quantidade mais que suficiente para se iniciar e se desenvolver um projeto qualquer. O dia tem doze horas, bem como a noite; o ano tem doze meses e não precisava mais que isso. Basta doze.

          Portanto, vimos que não se trata uma energia que envolve o número doze, mas apenas do simbolismo dele na execução de um plano.

          Realizar um projeto na obra de Deus e achar que esse projeto só vai funcionar se for composto por doze pessoas, ou se for feito em doze dias, ou em doze semanas, não funciona. Deus não permite esse projeto evoluir. Temos que confiar o êxito de qualquer projeto apenas a Deus e à direção do Espírito Santo.

          É esse o entendimento que temos das Escrituras.

Em Cristo, Ev. Sandoval Juliano - 09.03.2010

 

Voltar

Contato

Igreja do Evangelho Quadrangular

 

 

 

Rua Arthur Rabelo Nº 35 - Parque das Industrias -Betim-MG

Crie um site grátisWebnode